Preaload Image

No setor de Assistência Social, você poderá esclarecer dúvidas sobre Bolsas de Estudos, Descontos,  Estágios, Financiamentos e muitos outros assuntos.

CONFIRA AS VAGAS DO PROUNI PARA 2018!

REGULAMENTO DE BOLSAS DE ESTUDOS E DESCONTOS DA FPTE –

UNILINS –   CURSOS DE GRADUAÇÃO

 

A FPTE concederá em 2019, Bolsas de Estudo, Financiamentos e Descontos, conforme critérios abaixo:

 

1 BOLSAS DE ESTUDOS:

 

1.1 -PROUNI – Programa Universidade Para Todos: É dirigido aos estudantes egressos do Ensino Médio da rede pública ou da rede particular na condição de bolsistas integrais.

Para Bolsas Integrais de 100%: Para candidatos que tenham concluído o Ensino Médio ou equivalente, que sejam brasileiros, não portadores de diploma de curso superior, cuja renda familiar mensal per capita não exceda o valor de até 01 (um) salário-mínimo e 1/2 (meio);

Para Bolsas Parciais de 50%: Para candidatos que tenham concluído o Ensino Médio ou equivalente, brasileiros, não portadores de diploma de curso superior, cuja renda familiar mensal per capita não exceda o valor de até 03 (três) salários-mínimos, mediante critérios definidos pelo Ministério da Educação;

 

Para se inscrever, o candidato deve fazer o Exame Nacional do Ensino Médio  –  ENEM, referente ao ano anterior, conjugando-se, desse modo, inclusão à qualidade e mérito dos estudantes com melhores desempenhos acadêmicos – Inscrições e informações : www.mec.gov.br/prouni

 

O aluno com Bolsa parcial (50%) ProUni poderá usufruir somente do Desconto Pontualidade.

 

1.2 – Bolsas de ESTUDOS – GRATUIDADES – LEI 12.101/09 (BOLSAS JÁ CONTEMPLADAS).

Os candidatos são pré-selecionados em conformidade com parâmetros de renda bruta mensal familiar per capita estabelecidos em Legislação (§ 1º e 2º do art. 14 da Lei 12.101/09), sendo:

  1. Bolsa de estudo integral será concedida a aluno cuja renda mensal familiar per capita não exceda o valor de até 01 (um) salário-mínimo e 1/2 (meio);
  2. Bolsa de estudo parcial (50%) será concedida a aluno cuja renda mensal familiar per capita não exceda o valor de 3 (três) salários mínimos nacionais.
  3. Após os candidatos serem pré-selecionados, considerando o enquadramento na renda bruta mensal per capita familiar, serão classificados por critérios de Vulnerabilidade Social, considerando o Decreto 8242/14 que regulamenta a Lei 12.101/09, e da Portaria Normativa 15 – MEC de 11/08/2017, sendo: Art. 14º: Ficam dispensado os alunos / famílias Inscritos em algum programa do Governo Federal: CadÚnico.

DA ANÁLISE DOS DOCUMENTOS. A análise dos documentos será realizada pela Comissão Interna de Concessão de Bolsas de Estudos e/ou por profissional Assistente Social do quadro permanente da unidade educacional, pautada nas informações contidas na Ficha Socioeconômica, as quais deverão ser comprovadas mediante entrega da documentação exigida.

O cálculo da Renda Bruta será feito a partir da média mensal dos rendimentos brutos, recebidos de todas as pessoas que compõem o grupo familiar do candidato, e sua posterior divisão pelo mesmo número de pessoas que compõem o grupo familiar.

São considerados para análise da média mensal, os três meses anteriores à Data de Inscrição no processo seletivo e, no caso de rendimentos provenientes de comissões e/ou horas extras, serão considerados os seis meses anteriores à Data de Inscrição no processo seletivo.

 

O aluno com Bolsa Gratuidade poderá usufruir somente do Desconto Pontualidade, EXCLUINDO-SE O CASO DE DUPLICIDADE DE BOLSA

 

1.3- Bolsa para Pessoas com Deficiência:

A FPTE / UNILINS poderá conceder bolsas integrais para candidatos com deficiência, desde que se comprove, objetiva e documentalmente, a citada deficiência. Além do laudo médico, é necessário que se comprove o comprometimento da renda familiar, para ter o direito à gratuidade (mesmo critério da bolsa gratuidade LEI 12.101/09).

O processo será reavaliado anualmente e, renovado, semestralmente, de acordo com desempenho acadêmico do beneficiado.

A concessão será viabilizada desde que haja recursos financeiros disponibilizados pela Instituição.

Os interessados deverão solicitar o Requerimento da Bolsa no Departamento de Serviço Social da FPTE.

 

1.4-Bolsa ESP – Egresso Sistema Penitenciário:

A FPTE / UNILINS poderá conceder a Bolsa ESP para pessoas egressas do sistema penitenciário, caso se comprove, objetiva e documentalmente, essa condição. Para ter o direito à gratuidade, é necessário que se comprove a carência financeira da família. O processo será reavaliado semestralmente, de acordo com desempenho acadêmico do beneficiado.

Os interessados deverão solicitar o pertinente Requerimento no Departamento de Serviço Social da FPTE, não sendo beneficiário de nenhum tipo de Bolsa de Estudo, FIES e ou Descontos.

2 FINANCIAMENTOS

 

2.1 – FIES – O Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior é um programa do Ministério da Educação destinado a financiar a Graduação de estudantes na educação superior, matriculados em instituições não gratuitas. Podem recorrer ao financiamento os estudantes matriculados em cursos superiores que tenham avaliação positiva nos processos conduzidos pelo Ministério da Educação. O estudante interessado em obter financiamento para o curso superior deve se inscrever no processo seletivo do Fies.

As novas modalidades do NOVO FIES são:

FIES 1 ou FIES Público

Para estudantes com renda familiar de até 3 salários mínimos per capita, com Taxa de Juros real igual a zero.

P-FIES ou FIES PRIVADO

Para estudantes com renda familiar de até 5 salários mínimos per capita. Nesta modalidade o juro é o gerido pelo banco privado. Pode participar do processo seletivo o estudante que:

• Não tenha concluído curso superior.

• Tenha participado de alguma das edições do Enem a partir de 2010 e obtido Nota Mínima de 450 Pontos na Média das Provas e Nota diferente de zero na Redação.

  • Durante o curso, o estudante financiado deve pagar, mensalmente, o valor da coparticipação, que corresponde à parcela dos encargos educacionais.
  • O pagamento do saldo devedor deverá ocorrer a partir do primeiro mês após a conclusão do curso, e a parcela devida será descontada na fonte.

Podem se inscrever, ainda, independentemente de terem participado do Enem:

  • Os estudantes que tenham concluído o ensino médio antes de 2010.
  •  Os professores do quadro permanente da Rede Pública de Ensino, em efetivo exercício na Educação Básica, desde que se inscrevam em Cursos de Licenciatura na sua área de atuação, Normal Superior ou Pedagogia. Nesse caso, podem participar também os professores que já tenham concluído curso superior.

Mais informações e inscrições através do site http://fies.mec.gov.br/

 

2.2 FiUni – Financiamento UNILINS O Financiamento UNILINS é um Programa Interno da Fundação Paulista de Tecnologia e Educação, destinado a financiar a Graduação de estudantes na educação superior, matriculados na UNILINS.  Para mais informações, os interessados devem procurar o Departamento de Serviço Social

 3  DESCONTOS

 

 3 .1 –  Desconto Pontualidade – A data definida para pagamento das mensalidades é o 5º dia útil de cada mês. Os alunos que efetuarem o pagamento até essa data usufruirão de 10% de desconto.

 

  1. 2 – Desconto Ex-aluno ETL ou UNILINS – Os alunos que forem egressos da ETL ou da Unilins e efetuarem o pagamento até o 5º dia útil poderão usufruir de 10 % de desconto.

  Descontos por meio de Convênios com Empresas e Órgãos Públicos: A FPTE concederá aos alunos matriculados na Unilins, desconto parcial aos funcionários e seus dependentes atendendo aos convênios firmados, condicionado ao pagamento até o 5º dia útil de cada mês. O desconto será concedido de acordo com o estabelecido em cada convênio, podendo chegar a até 30%, de acordo com a seguinte regra:

 

  • Aos descontos especificados, aplica-se o Desconto de 10% (dez por cento) de Pontualidade, fixado pela CONCEDENTE aos funcionários e dependentes dos funcionários do CONVENIADO, para os pagamentos dos cursos de Graduação até o 5° (quinto) dia útil de cada mês.
  • 10% (dez por cento) de desconto no valor original, ao CONVENIADO que concordar em divulgar o Centro Universitário – UNILINS aos seus funcionários e dependentes.
  • Mais 10% (dez por cento) de desconto – totalizando 30% (trinta por cento) de desconto no valor original, ao CONVENIADO que assinar (ou já possuir) Acordos de Cooperação com a FPTE ou suas unidades, sejam científicos; de permuta; para concessão de estágios, etc.
  • O desconto máximo é limitado a 30% (trinta por cento).
  • O desconto, acima especificado, não será acumulativo para o beneficiário de bolsa de estudos; portanto não serão aplicados nas parcelas relativas às matrículas, rematrículas, dependências e segunda via de documentos solicitados à Secretaria Acadêmica da Unilins.
  • A renovação deverá ser semestral e seguida das devidas comprovações documentais.

Para usufruir desse desconto, o aluno terá que realizar o pagamento até a data estabelecida (5º dia útil), caso contrário seu desconto será suspenso.

 

3.4   – Desconto Família: O desconto Família será concedido para alunos que tenham irmãos, pai, mãe, filhos, marido ou mulher, matriculados em qualquer um dos cursos mantidos pela FPTE.

No caso de 02 (dois) membros da família estarem matriculados em unidades de ensino da FPTE, aquele cuja mensalidade é a de maior valor receberá uma Bolsa correspondente a 15% em todas as mensalidades, enquanto o segundo membro da família, cuja mensalidade é de menor valor, deverá pagá-la integralmente. No caso de 03 (três) ou mais membros da família matriculados em cursos da FPTE, o aluno cuja mensalidade é a de menor valor a pagará integralmente. Aquele, cuja mensalidade seja de valor imediatamente superior, receberá uma bolsa correspondente a 20% do valor de sua mensalidade e, os demais membros da família, receberão descontos de 30% do valor de suas mensalidades.

Este desconto não contemplará a primeira mensalidade e não poderá acumular com outros Descontos, ou Bolsas de Estudos.

O Contrato terá validade a partir do preenchimento do Requerimento de solicitação junto ao Departamento de Serviço Social e, para usufruir deste desconto, o aluno terá que realizar pagamento até o 5º dia útil de cada mês, caso contrário seu desconto será suspenso.

 

Os descontos acima mencionados não contemplarão a primeira mensalidade e não poderão acumular com outros Descontos.

 

Para conhecer melhor o Programa de Bolsas da UNILINS/ETL, entre em contato com o Departamento de Serviço Social pelos telefones (014) 3533-3259, 3533-3301 ou pelo e-mail: ssocial@fpte.br e no site Unilins  www.unilins.edu.br  e  site da ETL www.etl.edu.br

 

FUNDAÇÃO PAULISTA DE TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO

Regulamento em edição!

Logo serão disponibilizadas as informações.

Financiamentos

2.1 – FIES:

O Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior é um programa do Ministério da Educação destinados financiar a graduação na educação superior de estudantes matriculados em instituições não gratuitas. Podem recorrer ao financiamento os estudantes matriculados em cursos superiores que tenham avaliação positiva nos processos conduzidos pelo Ministério da Educação. O estudante interessado em obter financiamento para o curso superior deve inscrever–se no processo seletivo do Fies.
As novas modalidades do NOVO FIES são:

FIES 1 ou FIES Público

Para estudantes com renda familiar de até 3 salários mínimos per capita, taxa de juros real igual a zero.

P-FIES ou FIES PRIVADO

Para estudantes com renda familiar de até 5 salários mínimos per capita, nesta modalidade o juros é o gerido pelo banco privado.

Pode participar do processo seletivo o estudante que:
• Não tenha concluído curso superior.
• Tenha participado de alguma das edições do Enem a partir de 2010 e obtido nota mínima de 450 pontos na média das provas e nota na redação que não seja zero.

  • Durante o curso, o estudante financiado deve pagar mensalmente, o valor da coparticipação, que corresponde a parcela dos encargos educacionais.
  • O pagamento do saldo devedor deverá ocorrer a partir do primeiro mês após a conclusão do curso, a parcela devida será descontada na fonte.
  • Podem se inscrever ainda, independentemente de terem participado do Enem:
  • Os estudantes que tenham concluído o ensino médio antes de 2010.
  • Os professores do quadro permanente da rede pública de ensino, em efetivo exercício na educação básica, desde que se inscrevam em cursos de licenciatura, normal superior ou pedagogia na sua área de atuação. Nesse caso, podem participar também os professores que já tenham concluído curso superior.

Mais informações e inscrição através do site http://fies.mec.gov.br/

 

2.2 FiUni – Financiamento UNILINS O Financiamento UNILINS é um programa do Interno da Fundação Paulista de Tecnologia e Educação destinados financiar a graduação na educação superior de estudantes matriculados na UNILINS.  Para mais informações procurar o departamento de Serviço Social

Unindo a teoria à prática

É a sua oportunidade de unir a teoria aprendida na escola à pratica do cotidiano na vida profissional. A melhor forma de se qualificar através de uma capacitação contínua e supervisionada.

A UNILINS conta com um centro de apoio ao estágio, que prospecta e coordena estágios em empresa

As vagas de estágio oferecidas aos alunos dos diversos cursos da UNILINS são divulgadas pelo Setor de Assistência Social através do site da UNILINS, na lista de emails e no mural de avisos do Setor de Assistência Social.

Para realizar inscrições, compareça ao Setor de Assistência Social munido de seu currículo atualizado e digitalizado (caso ainda não tenha entregue) ou encaminhe por e-mail para: estagio@fpte.br

Mais Informações e arquivos úteis:

O Termo de Compromisso de Estágio é a documentação que regulariza o contrato ou acordo de cooperação feito entre o aluno e o local onde será realizado o estágio . O Termo de Compromisso de Estágio só poderá ser feito depois de firmado convênio com a empresa.

Após o encerramento das atividades de estágio, o aluno deve apresentar esta documentação ao coordenador ou supervisor acadêmico de estágio de seu curso.O não cumprimento do regulamento, assim como seu prazo poderá inviabilizar o estágio.

Como funciona

Clique aqui para acessar o regulamento de estágio da Unilins.

Tipos de Estágio

 Estágios Obrigatórios  

Presentes nos cursos em que a obtenção do diploma depende do cumprimento de uma dada carga horária de estágio. O estágio obrigatório deve ser cumprido durante a graduação, pois o estágio só pode ser legalizado se o estudante estiver regularmente matriculado em instituição de ensino superior.

Estágios não obrigatórios

O estudante de qualquer curso que queira complementar sua formação profissional, mesmo aqueles cujos cursos já preveem estágios obrigatórios, podem realizar estágios não obrigatórios, desde que o plano de atividades seja aprovado pelo coordenador de estágio.

Os campos de estágios obrigatórios previstos no projeto pedagógico devem ser regulamentados junto ao Setor de Assistência Social/Estagio, por meio da celebração de convênio entre a UNILINS e a unidade concedente, para a explicitação das condições da parceria que envolve ensino e extensão.

Nos termos da legislação específica, o estágio não cria vínculo empregatício, devendo ter a interveniência obrigatória da Instituição de Ensino, por meio da assinatura dos instrumentos jurídicos  estabelecidos pela legislação específica (TCE e convênio), podendo o estagiário receber forma de contraprestação de serviço e devendo estar segurado contra acidentes pessoais.

Considerando-se que o Setor de Assistência Social/Estagio constitui-se em efetivo suporte administrativo às unidades acadêmicas e estudantes, a REGULAMENTAÇÂO dos estágios obrigatórios e não obrigatórios junto à Unilins observará as seguintes disposições:

Celebração de convênio entre a UNILINS e a unidade concedente para a realização de estágio.  Instrumento jurídico que dispõe a respeito das condições para a realização de tal atividade, dos objetivos e obrigações das partes.
Assinatura do Termo de Compromisso de Estágio (TCE) entre o estudante e a unidade concedente, com a interveniência obrigatória da Universidade e a devida regulamentação no Setor de Assistência Social/Estágio.
Para estudantes de pós-graduação, a Universidade firmará Termo de Compromisso de Estágio somente na hipótese de o projeto pedagógico em questão dispor a respeito de tal atividade, bem como de sua supervisão, por docente, para efeito de cumprimento de atividade obrigatória, tendo em vista as questões profissionais e trabalhistas imbricadas.
O estagiário deverá ser segurado contra acidentes pessoais, por parte da Unidade Concedente, sem ônus para o estudante e para a Universidade, exceto na hipótese de estágio obrigatório e não remunerado, cujos ônus do seguro coletivo  serão da UNILINS.

Supervisão e acompanhamento do estágio

A supervisão do estágio obrigatório, definida no âmbito do projeto pedagógico, é realizada por um docente responsável.

A UNILINS divide a responsabilidade pelo acompanhamento dos estágios com o supervisor de campo, ou seja, o profissional da unidade concedente que vai supervisionar diretamente a prática do estudante. O supervisor de campo é figura obrigatória por lei.

Cursos com estágios obrigatórios:

Administração;
Enfermagem
Engenharia Ambiental
Engenharia Automação e Controle
Engenharia Civil
Engenharia da Computação
Engenharia Eletrotécnica
Engenharia Eletrônica
Secretariado Executivo
Serviço Social

Nova Lei do Estágio

Em dezembro de 1977 foi promulgada a Lei 6494 que dispunha sobre a atividade de estágio, e em agosto de 1982, foi assinado o decreto 87497 que regulamentou a Lei. Essa legislação tinha  a finalidade de proteger o estudante da exploração de sua mão de obra impedindo que as empresas utilizassem o seu trabalho sem a caracterização de estágio e sem o competente registro.

Em 25/09/2008 foi sancionada pela Presidência da República e publicada no Diário Oficial da União em 26/10/2008 a Nova Lei de Estágio – de Nº 11.1788, que revogou a Legislação anterior e estabeleceu uma nova relação entre as organizações, IES e estudantes para a regulamentação de tal atividade.

De acordo com a Lei n.º 11.788/2008, a partir de agora, os estagiários com contratos com duração igual ou superior a um ano têm direito a 30 dias de recesso, preferencialmente durante as férias escolares.

Nos casos de o estágio ter duração inferior a um ano, os dias de recesso serão concedidos de maneira proporcional. O recesso deverá ser remunerado quando o estagiário receber alguma forma de auxílio.

Os alunos do ensino superior podem estagiar até 06 hs diárias. Estágios com 40 horas semanais podem ser destinados somente a estudantes matriculados em cursos que alternem aulas teóricas e práticas.

No máximo a cada seis meses, um relatório das atividades do estágio tem de ser apresentado à Instituição de Ensino.

Outra mudança é a de que o estágio deve durar no máximo 2 anos. A lei anterior fixava um mínimo, de seis meses, que não está previsto na nova legislação, mas não estabelecia um máximo. Além disso, a lei estabelece que profissionais liberais de nível superior também poderão recrutar estagiários

O estagio obrigatório deverá ser remunerado e o auxílio transporte  é compulsório.

Como Regulamentar o Estágio?

Os documentos necessários são:

Convênio celebrado entre a Unilins e a Unidade Concedente do estágio;
Termo de Compromisso de Estágio, firmado entre o estudante, a unidade concedente do estágio com a interveniência da Unilins;
Plano de Atividades de Estágios que deverá ser elaborado pelo profissional responsável pelo estagiário na unidade concedente que será analisado e aprovado pelo coordenador de estágio do curso do aluno.

Observações importantes:  

O estágio deverá ser regulamentado na UNILINS quando de seu início, impreterivelmente;
Todos os formulários deverão ser preenchidos pela unidade concedente e somente após assinatura e carimbo desta poderão ser entregues na universidade para a realização do convênio/TCE e assinatura final da UNILINS;
Não serão realizados Convênios e TCE com data retroativa.

Cartilha "Lei do Estágio"

Clique aqui para acessar a cartilha “Lei do Estágio”.